Como abrir um negócio de sucesso

O consultor do Sebrae-SP diz que hoje os brasileiros investem em um novo negócio por necessidade e não por oportunidade e, por isso, pulam a etapa do planejamento

Existe alguns passos para tirar a ideia da cabeça e estruturá-la de forma bem coerente. O consultor do Sebrae-SP Kleber Ricardo Guerche afirma que o primeiro passo para um negócio de sucesso é montar o planejamento detalhado.

Empresária
Empresária em seu negócio de sucesso

Primeiro passo

Guerche diz que o plano deve contar todas as informações importantes sobre o negócio, desde qual o serviço ou produto, número de funcionários e valores para avaliar a viabilidade do negócio. O foco é que o planejamento seja feito “sem pressa”, para evitar maiores problemas no futuro.

Equipe trabalhando
Equipe analisando plano de negócio

O professor do MBA em Gestão Empreendedora da UFF (Universidade Federal Fluminense) Breno Paquelet orienta que o empreendedor precisa partir de um problema do consumidor, que pretende resolver, e não apenas de uma “ideia que elas acham genial” para ter mais chances de o negócio vingar.

“Você vai criando seu negócio em cima da necessidade do cliente”, explica. Para Paquelet, a estrutura só deve ser melhorada quando o empreendedor perceber que a empresa está demandando mais.

Estrutura

Empresário
Empresa em construção

Começar com uma estrutura muito maior do que o necessário pode comprometer todo o funcionamento do negócio. “Quando ele vai analisar a estrutura de custos dele, está pesada, e [o empreendedor] terá que cobrar um preço alto no produto e serviço. Aí acaba ficando fora de mercado”, diz.

Pesquisa de mercado

Paquelet orienta que o empreendedor entenda bem o público alvo antes de lançar o produto ou serviço, conversando com pelo menos 30 pessoas — vale realizar rodadas de entrevistas e até conversar com os amigos.

Pesquisa de mercado
Mulher realizando pesquisa de mercado na rua

“As pessoas também têm tendência de avaliar o mercado e fica a impressão de que a solução deles é a melhor. Você não precisa deixar de abrir o negócio porque tem concorrentes, mas tem que conseguir resolver o problema de uma forma que ninguém resolve”, complementa.

Fonte: R7